puzzle 2500333 1920

A biotecnologia tem sido usada em diversas aplicações, entre as quais a coleta de DNA para a prevenção da saúde.

Isso porque por meio da interpretação das informações contidas no material genético de cada indivíduo é possível prever algumas condições que possivelmente podem vir a se manifestar no futuro.

Até algum tempo atrás o sequenciamento era impraticável em larga escala, pois além de ter um custo muito elevado, a técnica levava muito tempo para ser realizada.

Atualmente os sequenciadores são capazes de ler o DNA de várias pessoas simultaneamente e entregar o resultado em um prazo de até 24 horas.

Com a redução do custo e do tempo de execução esses testes passaram a ser usados na rotina médica e laboratorial.

Neste artigo você poderá compreender melhor como funcionam as coletas de DNA para a prevenção da saúde.

Como são feitas as coletas de DNA para a prevenção de doenças

O teste de DNA é feito com base na leitura dos genes presentes no material genético do indivíduo.

A identificação da estrutura, determinação dos cromossomos e busca por partes danificadas ou que sofreram mutações é importante para a descoberta de doenças e para a cura delas.

Para a realização do mapeamento genético é necessária primeiramente a coleta de material que contenha células do indivíduo que possam ser usadas para a retirada do DNA. Então pode ser feito com:

  • Sangue;
  • Saliva;
  • Fio de cabelo;
  • Esperma.

Atualmente muitos testes são feitos usando células da bochecha, que são facilmente obtidas por meio de um swab, método menos invasivo com relação à retirada de sangue ou fios de cabelo.

Para a realização da coleta é necessário que haja o máximo de cuidado para não contaminar o material com o DNA de outra pessoa, pois isso pode invalidar o teste.

Após a coleta o material deve ser colocado em um tubo totalmente estéril, que deve ser mantido em temperatura adequada e ser devidamente identificado para evitar problemas com a identificação do indivíduo.

Vale ressaltar que caso a pessoa tenha passado por transfusão sanguínea é necessário que isso seja informado no momento da coleta.

Teste de DNA na saúde

Graças aos testes de DNA atualmente é possível avaliar o risco de que você desenvolva doenças ou até mesmo diagnosticar as que já existem.

Com isso se torna possível adotar medidas preventivas para que elas sejam evitadas ou ainda iniciar tratamentos específicos para uma condição diagnosticada.

Após a execução do Projeto genoma, que decodificou o código genético humano, o uso da biotecnologia para procedimentos usando o DNA, sobretudo para a prevenção de doenças se tornou possível.

Ainda hoje todos os anos são gastos bilhões de dólares no estudo dessas tecnologias promissoras para o futuro da humanidade.

Recentemente a tecnologia da análise genética chegou ao Brasil,  possibilitando que os indivíduos tenham acesso a um relatório completo do seu material genético.

Com base os resultados obtidos é criado um programa alimentar, de atividade física e outras medidas que devem ser adotados para prolongar o tempo de vida.

Com base em amostra do seu DNA, como amostras coletadas na bochecha humana, a companhia gera relatórios sobre a sua saúde, informando, também, o que pode ser feito para melhorá-la.

Outro possível uso dessa tecnologia são os testes voltados para atletas, que desejam aumentar o seu desempenho, reduzir o índice de gordura corporal ou ainda detectar problemas que possam ocasionar a morte súbita.

Discussão acerca das coletas de DNA para a prevenção de problemas de saúde

Recentemente o mapeamento genético ganhou grande visibilidade após a atriz Angelina Jolie ter removido as mamas por ter predisposição genética para o desenvolvimento de tumor.

Atualmente os testes disponíveis são capazes de detectar mais de 2,2 mil doenças, inclusive câncer e Alzheimer.

O barateamento da tecnologia permitiu que ela passasse a ser mais acessível, no entanto existe um grande debate por trás disso.

Isso porque os exames se baseiam em estatísticas, ou seja, a probabilidade da manifestação das condições de saúde.

No entanto isso não significa que eles vão realmente ocorrer, criando alertas falsos, que podem acarretar em ansiedade desnecessária e até mesmo incentivar procedimentos invasivos.

Todos os procedimentos cirúrgicos ou a adoção de medicamentos para a prevenção de problemas incluem riscos e prejuízos à vida do paciente.

Sendo assim, o custo benefício deve ser cuidadosamente avaliado antes de qualquer ação ser tomada.

Caso esse tipo de abordagem seja usado à favor da obtenção de lucros por parte dos médicos e da indústria farmacêutica isso pode se tornar um problema de escalas grandiosas, trazendo prejuízos de grande magnitude.

Sendo assim as coletas de DNA para a prevenção de problemas de saúde são um grande avanço da ciência, mas é preciso que esse tipo de tecnologia seja aplicado com sabedoria para que não traga malefícios à sociedade.

 

© 2020, autor. All rights reserved.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui