TI TI TI

Amigos se reunem na casa da família Spina antes do desfile dos antigos rivais

17/03/11 às 18h11 - Atualizado em 17/03/11 às 18h11

FONTE: GLOBO.COM

 
As famílias de Ari e Jacques se encontram, e os dois continuam se alfinetando
 

Júlia (Nicette Bruno) e Cecília (Regina Braga) estão conversando na sala quando Mabi (Clara Tiezzi) entra trazendo novidades: "A Suzana (Malu Mader) me convidou para assinar uma coluna na Moda Brasil! O que você acha? Aceito, ou vai atrapalhar o lançamento da nossa grife?".

Cecília a incentiva a aceitar a proposta, e pergunta a opinião de Jacques (Alexandre Borges). O estilista diz que não quer papo com "essa traidora", já que Beatrice M. vivia falando mal dele.

Jacques conhece seu pai
 

Mabi afirma que sempre foi imparcial, mas que, daqui para frente, com a união de Jacques, Ari  (Murilo Benício) e Jaqueline(Claudia Raia), Beatrice M. vai adorar as coleções. Nessa hora, os dois se abraçam - e ouvem uma gritaria  que vem de fora do apartamento.

É um grupo de meninas berrando por Lipe(David Lucas), que reclama do assédio. Mabi pergunta por que ele continua saindo em capas de revistas teen. "A ideia inicial era dividir meu conhecimento com as meninas, mas ela só querem saber dos meus dotes físicos! Feliz é a Thaísa (Fernanda Souza), que foi passar um ano na África ajudando o marido a cuidar de crianças subnutridas! Isso sim é vida!", responde.

A campainha toca, e Júlia abre a porta para Cassiano (Nuno Leal Maia). Cecília diz a Jacques que chegou a hora de ele conhecer o pai. A princípio os dois se estranham, mas André Spina acaba cedendo: "Bom, desde que soube que o seu nome não era mais Victor Valentim, até comecei a simpatizar com o senhor!". Pai e filho se abraçam.

Cecília resolve ir com os dois ao desfile
 

A campainha toca novamente e entram Ari com Marta (Dira Paes), Luti (Humberto Carrão) com Camila (Maria Helena Chira) eMário Fofoca (Luiz Gustavo). O detetive implica com a presença de Cassiano, mas Cecília diz que vai acompanhada dos dois para o desfile.

Clotilde (Juliana Alves) desce pronta para ir ao evento e todos perguntam por Jaqueline.Pedro (Marco Pigossi) e Gabi (Carolina Oliveira) explicam que ela foi mais cedo, poissua banda vai abrir o desfile.

Jacques garante que a plateia vai encher os olhos com suas criações, mas Ari não deixa barato e avisa que agora ele só tem um terço do mérito.

"Mas será que essa briga não vai acabar nunca?", pergunta Luti. E Cecília responde rindo: "Nunca!!"

 

Na reta final de "Ti-Ti-Ti", Isis Valverde analisa trajetória de sua personagem

PopTevê

O sorriso parece nunca sair do rosto de Isis Valverde. Sempre bem-humorada, a atriz se diverte ao falar de Marcela, sua personagem em "Ti-Ti-Ti". Depois de dar vida a jovens mais espevitadas, como a Camila de "Caminho das Índias" e a Rakelli de "Beleza Pura", ambas da Globo, desta vez ela encarna um papel mais maduro. "Achei a Marcela tão espontânea. Não é um personagem tipológico. Ela é mocinha, mas também erra", analisa. Na trama, Marcela já passou por "poucas e boas". Logo no início, engravidou de Renato, interpretado por Guilherme Winter, que preferiu abandoná-la. Deixou Belo Horizonte para tentar a sorte no Rio de Janeiro e acabou se tornando uma mulher responsável que trabalha em uma revista de moda. Só que o ex-namorado voltou e agora disputa o amor da moça com Edgard, de Caio Castro. "Muita coisa ainda vai acontecer com ela", avisa.

Talvez por isso não tenha "caído a ficha" em Isis de que a novela está na reta final. "Para mim, a história dela ainda não terminou. Tem essa surpresa de com quem a Marcela vai ficar", explica. A atriz geralmente sofre com a despedida de um personagem. E tem certeza de que não vai ser diferente agora. "Parece que estou perdendo um filho. Dá uma dorzinha. Fico mal, choro e depois passa", confessa. Mas, por enquanto, Isis está curtindo a repercussão de seu trabalho. E percebe que as pessoas ficam bem divididas em relação ao desfecho de seu papel. "No início, era uma briga porque queriam que a Marcela ficasse com o Edgard. Agora, tem gente que quer que ela fique com o Renato. Ficam revoltados comigo porque ela está indecisa", conta, aos risos.

Definitivamente, interpretar a Marcela trouxe novas atitudes para Isis. Ela, que sempre foi do tipo medrosa para tomar alguma decisão importante, acredita ter ganhado mais maturidade. Principalmente porque percebeu como, na ficção, sua personagem tem a capacidade de lidar bem com os problemas. "Estou aprendendo muito a parar para conversar. A gente leva algumas coisas do personagem e tem a vivência de algo que nunca presenciou. Foi o que eu tive com a Marcela", avalia a atriz.

Uma outra novidade para a atriz foi contracenar com um bebê. No início, Isis chegou a pensar que não conseguiria, tamanha era a dificuldade. "Era briga de Renato, briga de Edgard, põe criança no berço, pega no colo e a criança chora, grita...", conta. Apesar disso, foram muitas histórias engraçadas. Entre elas, uma cena em que Caio Castro precisava pegar a criança, que estava no colo de Isis. Mas toda vez que o ator segurava o menino, ele chorava. "É muito difícil porque você não pode falar para a criança: 'Ri, chora, fica mudo'. Não tem jeito. Teve uma vez que tive de parar a cena umas quatro vezes para conversar com o garoto porque ele desatou a falar. Tem muita coisa engraçada, é divertido", completa.          

Com cinco novelas no currículo, Isis prefere não eleger um trabalho preferido. No entanto, reconhece que a divertida Rakelli foi um marco em sua carreira. "Acho que foi quando o público me reconheceu como atriz e não como uma carinha bonitinha", acredita ela, que engata em outro projeto assim que "Ti-Ti-Ti" chegar ao fim. Isis vai atuar no filme "Faroeste Caboclo", dirigido por Renê Sampaio, baseado na música homônima de Renato Russo. "Minha personagem vai ser a Maria Lúcia, que é bem sofrida, solitária", conta.

(Por Luana Borges)

 

Clotilde fica sabendo que o verdadeiro Valentim é pai de Jacques

06/03/11 às 15h25 - Atualizado em 06/03/11 às 15h25
 
Titia perdoa Ari por ter se aproveitado de seu talento
 

Cecília (Regina Braga) chega na casa de Ari amparada por Clotilde (Juliana Alves) e Júlia (Nicette Bruno), depois de Jacques (Alexandre Borges) ter desistido de ir ao encontro da mãe.

Ari tenta consolar a titia e aproveita para criticar o inimigo, mas Clotilde não permite que ele fale mal de seu marido - e ainda deixa Ariclenes em saia justa: "Acha mesmo que ele tirou a senhora da rua e pôs em uma clínica por generosidade? Ela já sabe sobre o Victor Valentim?".

Sem querer, Cecília acaba deixando escapar que Valentim é o nome do verdadeiro pai de Leclair. E diante da revelação, Clotilde não mede suas palavras e, perplexa, ela conta que Ari copiava os modelos das bonecas de Cecília e se disfarçava de Valentim.

Chocada, titia pede explicações a Ari, que, envergonhado, pede para que todos se retirem.

Clotilde conta para todos a verdade de Ari
 

"Quando eu vi os vestidinhos lindos que a senhora fazia, achei um pecado privar o mundo de tanta beleza! E como, naquela época, eu também estava prestes a morar na rua, resolvi inventar que era estlista...", tenta justificar o pai de Luti (Humberto Carrão).

Cecília fica por alguns momentos muito intrigada com a história, e tenta entender como ele conseguia criar modelos e o por que ele usava o nome de seu ex-marido. Ainda, ela pergunta se foi assim que ele realmente ficou rico.

"Sem os vestidos, eu nunca iria conseguir pagar a clínica! E também botei todo mundo aqui da vila para trabalhar! Eu não fui totalmente sacana, titia... eu ajudei um monte de gente!".

Além disso, Ariclenes conta sua rivalidade com Jacques e diz que está prestes a perder tudo agora que todos já sabem da verdade.

Para a surpresa de Ari, Cecília acaba se divertindo com toda a situação e promete ao "sobrinho" que não vai permitir que o filho faça nada contra ele: "Eu considero você meu filho, tanto quanto o André!". E em um gesto sincero de gratidão, Ari abraça Cecília.

 

Xuxa grava participação especial em "Ti-Ti-Ti"


Do UOL, no Rio

 

No último sábado (29), Xuxa foi ao Projac, na zona oeste do Rio, para gravar uma participação especial em “Ti-Ti-Ti”. A apresentadora gravou com os personagens Jaqueline (Claudia Raia), Victor Valentim (Murilo Benício) e Chico (Rodrigo Lopez).

Durante o intervalo de gravação, todos que estavam presentes no estúdio pararam para tirar foto e conversar com Xuxa. Brincalhona, Claudia Raia aproveitou para entrevistar a loira ao lado de Murilo Benício e os três riram muito com as brincadeiras que acabaram acontecendo entre o trio.

No final do encontro, a apresentadora foi só elogios à trama das sete. "Eu adoro a novela! É a única que eu assisto", declarou. A participação de Xuxa em “Ti-Ti-Ti” deve ir ao ar nos próximos capítulos do folhetim.

 

Thales diz a Jacques que quer comprar sua marca

Clotilde suspeita do rapaz e o investiga na internet. Eles nem desconfiam que Thales acaba de se casar com Jaqueline

FONTE:http://tititi.globo.com/Vem-por-ai/noticia/2011/01/thales-diz-jacques-que-quer-comprar-sua-marca.html

07/01/11 às 08h53 - Atualizado em 07/01/11 às 08h53
Lourdes e Jacques já estavam quase fechando negócio
 

Quando Clotilde (Juliana Alves) já estava convencendo Jacques (Alexandre Borges) a aceitar a proposta de Lourdes (Maria Carol), pois foi a única oferta que receberam e ainda precisam pagar as contas do mês, Thales (Armando Babaioff) aparece muito simpático:

"Bom dia, Jacques Leclair? Thales Salmerón. É uma grande honra conhecer o senhor!"

Clotilde e Lourdes encaram o rapaz que se apresenta e diz que está disposto a fazer uma oferta, irritando Loudes e conquistando o costureiro.

"Mas, por que a grife Jacques Leclair despertaria o interesse de um jovem estilista de Saquarema?", pergunta o pai de Valquíria (Juliana Paiva).

Thales se apresenta a Jacques e diz que também está interessado em comprar a marca
 

Até mesmo Clotilde cai nos encantos de Thales, que justifica seu interesse em homenagem à avó que faleceu e admirava a grife.

Os dois conversam sobre negócios e Thales vai embora dizendo que espera pela resposta.

Clotilde acha tudo muito perfeito e sugere ao marido que eles investiguem o interessado na marca na internet. Os dois verificam que tudo sobre Thales é verdade, e que ele realmente tem uma grife.

Jacques diz que está disposto a fechar negócio e não dá bola para Clotilde, que prefere considerar também a proposta de Lourdes.

Não perca esta cena que irá ao ar na segunda-feira, 10 de janeiro.

 

Se coragem é necessária para uma mudança radical – como trocar longos cabelos por madeixas bem curtinhas -, para manter o corte bonito e bem cuidado é preciso outra qualidade: paciência. Juliana Paiva, que vive Valquíria Spina em Ti-ti-ti, contou que precisa fazer a manutenção do corte chanel assimétrico de mês em mês, assim como retocar as mechas.

“Preciso aparar as pontas sempre, porque senão o cabelo fica estranho, sem corte. As mechas também precisam ser retocadas, por causa da raiz. Logo que cortei o cabelo, que na época estava enorme, tive que tomar cuidado com o volume, porque o chanel incha bastante os fios”, contou a atriz.

O responsável pelo novo look da moça foi o hairstylist Wanderlei Nunes, que se baseou na foto de uma revista. “Logo de cara fiquei meio apreensiva, porque estava acostumada com o cabelão. Mas depois acabei gostando muito, e penso até em manter o corte”, comentou. Para manter os fios saudáveis, Juliana revelou que só lava os cabelos a cada dois dias e evita dormir com o cabelo molhado.

“O cabelo curto dá mais liberdade. Tem vezes que saio do banho, nem penteio muito e ele fica legal”, concluiu. Mas, é claro, sem esquecer aquela manutenção básica de retocar as pontas, hidratação e reforço das mechas.

FONTE: GLOBO.COM

 

TRILHA SONORA

EM PRÉ-VENDA

Para acompanhar toda a agitação da trama, a obra conta com uma trilha sonora eclética composta por grandes nomes da música nacional. Do 1º volume de “Ti-ti-ti – Nacional” merecem destaque especial as faixas: “Go Back” (com Titãs); “Décadence Avec Élégance” (com Zélia Duncan); “Quem sou eu”, música que marca a estreia de Sandy como cantora solo; “Teus Olhos”, um dueto de Ivete Sangalo e Marcelo Camelo; “Rapte-me, camaleoa”, uma interpretação de Maria Gadú para o clássico de Caetano Veloso; e “Ti-ti-ti”, música homônima da novela cantada por Rita Lee.

 1. Rapte-me, Camaleoa - Maria Gadú       2. Teus Olhos - Ivete Sangalo Part. Esp.: Marcelo Camelo       3. Go Back (pot-pourri Português e Espanhol) - Titãs       4. Quem Eu Sou - Sandy       5. Décadence Avec Élégance - Zélia Duncan       6. Ti-ti-ti - Rita Lee       7. Nature Boy - Caetano Veloso       8. Fala - Gottsha       9. You And I (muito Obrigado, Axé) - Sérgio Mendes Feat. Carlinhos Brown & Nayanna Holley       10. Seu Tipo - Ney Matogrosso       11. Você Vai Lembrar de Mim - Milton Guedes       12. Vestígios - Jorge Guilherme       13. Agora É Moda - Biquini Cavadão       14. Primeiro Beijo - Izi

 

Para acompanhar toda a agitação da trama, a obra conta com uma trilha sonora eclética composta por grandes nomes da música nacional. Do 2º volume de “Ti-ti-ti – Nacional” destacam-se as faixas: “Sei lᔠ(canção de Ricky Vallen), que é tema da personagem Marcela (Isis Valverde); “O que eu não conheço” (com Maria Bethânia); “A linha e o linho”, música de Gilberto Gil interpretada por Andrea Dutra e Marcus Nabuco; “Overjoyed” (com Alcione); e “A vida é dura” (com Benito de Paula e Demônios da Garoa).

1. O que Eu Não Conheço - Maria Bethânia       2. A Linha e o Linho - Andrea Dutra & Marcus Nabuco       3. Sei Lá - Rick Vallen       4. Soldier of Love - João Pinheiro       5. Como Eu Vou Viver (how do I Live) - Ao Vivo - Tânia Mara       6. Overjoyed - Alcione       7. Cala a Boca e Me Beija - Karla Sabah       8. Crença Dudu - Falcão Part. Esp.: Lenine       9. Não Se Apavore - Luca Mundaca       10. Quando a Gente Ama Pra Valer - Ana & Mú       11. Aventura - Eduardo Dussek       12. Um Filme com Final Feliz - The Originals       13. Quizás, Quizás - Jussara Silveira       14. Ele Vai Dar Pinta - João Sabiá       15. A Vida É Dura - Benito Di Paula & Demônios da Garoa

 

TRILHA INTERNACIONAL

 1. Gypsy - Shakira       2. Put It In a Love Song - Alicia Keys Feat. Beyoncé       3. Blah Blah Blah - Ke$ha       4. Glam - Christina Aguilera       5. Nothin’ On You - B.o.b. Feat. Bruno Mars       6. Paris Night New York Morning - Corinne Bailey Rae       7. Hey, Soul Sister - Train       8. Friend - Lowrider       9. Heartbreak Warfare - John Mayer       10. Need You Now - Lady Antebellum       11. Hold On - Michael Bublé       12. Not the Right Day - Lu Alone       13. Falling For U - Mister Jam Feat. Wanessa       14. If a Song Could Get Me You - Marit Larsen

1. Desde Cuando - Alejandro Sanz       2. True Colors - Alessandra Maestrini       3. Cry Me a River - Diana Krall       4. Rock And Roll Lullaby - Pato Fu       5. Ngiculela - Es Una Historia - I Am Singing - Jon Secada       6. That’s Life - Westlife       7. Begin the Beguine - Dan Torres       8. You’ll See - Susan Boyle       9. La Vie En Rose - Martina Engel       10. The Greatest Love of All - Rosanah Fiengo       11. S’wonderful - Pery Ribeiro       12. Let’s Face the Music And Dance - Ronaldo Canto e Mello       13. Volver a Empezar - Begin the Beguine - Parayzo

 

Ti Ti Ti (2010)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
 
Ti Ti Ti
 
Informação geral
Formato Telenovela
Género Comédia
Romance
Moda
Classificação etária Inadequado para menores de 10 anos i DJCTQ (Brasil)
Duração 60 minutos (aproximadamente)
Criador Maria Adelaide Amaral, baseada na obra de Cassiano Gabus Mendes
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Jorge Fernando[1]
Elenco original Murilo Benício
Alexandre Borges
Cláudia Raia
Christiane Torloni
Malu Mader
Ísis Valverde
Caio Castro
Giulia Gam
Tato Gabus Mendes
Dira Paes
Tema de abertura "Ti Ti Ti", Rita Lee[2]
Tema de
encerramento
"Ti Ti Ti", Rita Lee[2]
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Emissora(s) de
televisão lusófona(s)
Mostrar lista
Formato de exibição 1080i (HD)
480i (SD)
Transmissão original 19 de julho de 2010[3] - presente
Cronologia
Programas relacionados Ti Ti Ti
Plumas e Paetês
Elas por Elas
Portal Televisão · Projeto Televisão

Ti Ti Ti é uma telenovela brasileira, produzida e exibida pela Rede Globo. Baseada na telenovela homônima de Cassiano Gabus Mendes, Ti Ti Ti incoporou ao seu enredo duas tramas de Plumas e Paetês, assim como personagens de Elas por Elas. Escrita por Maria Adelaide Amaral, com direção de Marcelo Zambelli, Maria de Médicis e Ary Coslov, e com o ator e diretor Jorge Fernando acumulando as funções de diretor-geral e diretor de núcleo, é a 76ª e atual "novela das sete", e a primeira a ser transmitida em alta definição no horário. Sua estreia se deu em 19 de julho de 2010, substituindo Tempos Modernos[4][5][6][7][8][9].

Murilo Benício, Alexandre Borges, Cláudia Raia, Malu Mader, Ísis Valverde, Caio Castro, Christiane Torloni, Fernanda Souza, Dira Paes, Giulia Gam, Regina Braga, Mayana Neiva, Marco Ricca, Elizângela, Thaila Ayala, André Arteche, Rodrigo Lopéz, Juliana Paiva, Humberto Carrão, Guilherme Winter, Tato Gabus Mendes, Juliana Alves, Guilhermina Guinle, Sophie Charlotte e Leopoldo Pacheco interpretam os principais personagens, numa trama centrada na rivalidade entre os personagens "Ariclenes Martins", interpretado por Murilo Benício, e "André Spina", interpretado por Alexandre Borges.

A novela passou a ser exibida no canal SIC, de Portugal, a partir de 13 de dezembro de 2010.[10]

Enredo

Na infância, Ariclenes Martins e André Spina moraram na mesma vila no Belenzinho e desde então se odeiam mutuamente. André virou Jacques Leclair, um estilista com seu próprio ateliê, com criações interessantes, mas um pouco exageradas. Já Ariclenes nunca deu muito certo na vida. Cheio de sonhos de grandeza, hoje ele é divorciado de Suzana Martins, a importante editora chefe da Revista Moda Brasil. Com ela Ariclenes tem um filho: Luti. As rivalidades de Ariclenes e André só aumentam quando Ari decide entrar no mundo na moda, como o estilista espanhol Victor Valentín. Para isso ele vai contar com a ajuda de Marta, uma ex-namorada de André, que tem três filhos, Gabriela, namorada de Luti, Amanda, que está se dedicando a carreira de modelo e Ângelo, que é namorado de Help, que trabalha na Revista Moda Brasil; de Nicole, que tem uma filha, Desirée, e cuida da sobrinha de caráter duvidoso Stéfany, e de seu melhor amigo Chico; além de Marta, Nicole, Desirée e Chico, Ari contará com a ajuda de uma misteriosa velhinha chamada Cecilia. Com problemas mentais, Ari decide cuidar dela e, em troca, ela lhe faz os vestidos que ele assinará como de Victor Valentín. Desirré está de casamento marcado com Armandinho, seu namorado desde a infância, e que mora com a avó, Dona Mocinha, uma velha misteriosa que é pobre mas vive emprestando dinheiro para todo mundo e ninguem sabe onde ela consegue tanto dinheiro. A escolha de Desirré de ser modelo vai colocar a relação dela com Armandinho em cheque pois ele não aceitará essa profissão de sua noiva. Além disso, o casal tem que conviver com as constantes armações de Stéfany, que morre de inveja da prima.

Jacques Leclair mora com Júlia, que chama de mãe, mas na realidade ela é sua tia; a mãe de Jacques, no passado, abandonou o filho e nunca mais apareceu. Devaneios de Cecilia deixam claro que ela é a mãe de André/Jacques. Na casa de Jacques moram seus 4 filhos: Mabi, Lipe, Pedro e Valquíria. Para piorar a guerra entre André e Ariclenes, os jovems filhos deles Valquíria e Luti acabam se envolvendo numa relação de cão e gato. Os modelos de Jacques Leclair são um tanto quanto exagerados e é aqui que entra a espevitada Jacqueline Maldonado, a jovem cheia de grandes amizades no mundo fashion, que vai se apaixonar por Jacques e fazer de tudo para ajudá-lo a crescer dentro do mundo da moda paulistana. Para isso, Jacqueline vai se separar de seu marido, o mau-caráter Breno, e criar uma inimizade com sua filha Thaísa.

Suzana, a ex-mulher de Ariclenes, trabalha na conceituada revista Moda Brasil, que pertence à Editora Gustavo Sampaio. Gustavo Sampaio é um homem muito rico, que com muito cuidado cuida da mulher Bruna, que tem câncer. O casal tem dois filhos: Edgar e Osmar, que é homossexual e não é aceito por seu pai. Osmar mora em Belo Horizonte e tem um namorado, o jovem Julinho, que há muitos anos não vê sua mãe. Osmar e Julinho são os dois melhores amigos da sonhadora Marcela.

Marcela é uma jovem que está namorando Renato Villa; ela acha que ele é pobre mas na verdade ele é muito rico, filho de Giancarlo Villa, uma das maiores fortunas do Brasil. Giancarlo é ex-marido de Stela Sanches, uma importante jornalista do mundo da moda. Marcela acaba engravidando e, desconhecendo esse fato, ela conta a Renato, que a acusa de dar o golpe da bariga. Fugindo do namorado, e cheia de sonhos, Marcela decide ir junto com Osmar para São Paulo de carro; só que um grave acidente de carro vai mudar o rumo dos acontecimentos. Bruna a mãe de Osmar, com câncer, e superapegada ao filho, acha que o filho que Marcela está esperando é de Osmar, morto no acidente, e Gustavo vê nisso uma possibilidade da dor de sua esposa ser poupada. Então, Gustavo convence Marcela a fingir ser namorada de Osmar, enquanto Gustavo pagará as despesas de Marcela com a criança, já que Bruna, no estado de saúde em que se encontra, não poderia descobrir que seu filho é homossexual, devido ao fato do quão religiosa e contra isso ela é. Marcela, sem saída, aceita a proposta de Gustavo a meio de poupar Bruna e em memória de seu melhor amigo, e seu filho se passará por filho de Osmar. Quem não gosta nada dessa história é o filho mais velho de Gustavo, Edgar, que acha Marcela uma golpista. Edgar tem uma agência de modelos com Luísa e está de casamento marcado com Camila Bianchi. Na realidade, ninguém sabe mas ele tem um caso de mais de 7 anos com sua sócia.

A mãe de Camila, Rebeca, é uma mulher que vive à sombra do marido, Orlando, dono de uma fábrica de tecidos. Orlando acaba falecendo e Rebeca se vê obrigada a cuidar da fábrica, mesmo não entendendo nada do negócio. Nessa empreitada, Rebeca contará com a ajuda de Gino, um dos empregados da fábrica; Rebeca também é mãe do irresponsável Jorgito, que vai se apaixonar por Desirée. Renato, arrependido do que fez com Marcela, e depois de uma temporada na Europa, volta ao Brasil, o que vai gera a maior confusão porque Marcela, aos poucos, vai se apaixonar por Edgar e ele por ela. Enquanto isso, a ascensão de Victor Valentín preocupa cada vez mais Jacques Leclair, ainda mais quando ele descobrir que seu rival desde a infância agora também será seu rival em sua vida profissional; a guerra entre os dois vai se acirrar cada vez mais e isso vai gerar o maior ti ti ti.

A autora Maria Adelaide Amaral junta histórias e personagens de outras duas novelas apresentadas pela Globo, ambas de autoria de Cassiano Gabus Mendes. Atualizada para os dias de hoje, Ti Ti Ti de 1985 teve excelente audiência e, entre as tesouradas dos costureiros, empolgou o público feminino com o batom Boca Loka, lançado por Victor Valentín (personagem vivido por Luiz Gustavo). Marcela, na outra novela, Plumas e Paetês, foi muito bem interpretada por Elizabeth Savalla, que vinha de grandes sucessos das oito: O Astro, em que fazia a impagável mocinha Lili, par romântico de Tony Ramos, e Pai Herói, onde vivia Karina, uma ricaça que se envolvia com o pobre André Cajarana, novamente interpretado por Tony. Em Plumas e Paetês, houve um fato inusitado: Cassiano Gabus Mendes teve que se afastar,por motivos de saúde, e Silvio de Abreu assumiu em seu lugar. Este transformou Marcela de mocinha simples, ingênua e bem intencionada, em uma vilã que morria ao final. Não se sabe ainda o que acontecerá neste versão de Maria Adelaide.

Elenco

Murilo Benício e Alexandre Borges interpretam os dois principais personagens da trama: Ariclenes Martins (Ari) e André Spina, dois "inimigos de infância" que, adultos, adotam as alcunhas de "Victor Valentim" e "Jacques Leclair". O núcleo de personagens capitaneado por Jacques Leclair é formado por seus quatro filhos - Pedro Luis, Valquíria, Luis Felipe (Lipe) e Maria Beatriz (Mabi), interpretados, respectivamente, por Marco Pigossi, Juliana Paiva, David Lucas e Clara Tiezzi -, sua mãe adotiva Júlia, interpretada por Nicette Bruno, as duas mulheres com quem acaba se envolvendo - Jaqueline Maldonado, interpretada por Cláudia Raia, e Clotilde Matoso, interpretada por Juliana Alves -, e a empregada Rosário, interpretada por Rosanna Viegas. Jaqueline é ex-esposa de Breno Rodrigues, interpretado por Tato Gabus Mendes, mãe de Thaísa, interpretada por Fernanda Souza, e amiga de Teca, interpretada por Ana Paula Pedro. Luis Gustavo interpreta Mário Cury (Mário Fofoca), detetive e amigo de Jaqueline. Armando Babaioff interpreta Thales Salmerón, surfista e dono de uma grife de roupas[11][12][13][14][15][16][17][18][19].

O núcleo de Ariclenes, por sua vez, é formado por seu filho Luis Otávio (Luti), interpretado por Humberto Carrão, sua ex-esposa Suzana, interpretada por Malu Mader, seu melhor amigo Francisco da Silva (Chico), interpretado por Rodrigo Lopéz, Cecília, uma talentosa moradora de rua interpretada por Regina Braga - a verdadeira responsável pelos modelos de roupas que Ariclenes vende como sendo do estilista espanhol "Victor Valentim" e a desaperecida mãe de Jacques Leclair - e suas amigas Marta Moura e Daguijane Oliveira (Nicole), interpretadas por Dira Paes e Elizângela. Depois que Ariclenes leva Cecília para uma casa de repouso, ela passa a ser cuidada por Valdete e Dr. Queiroz, interpretados por Priscila Camargo e Theodoro Cochrane, e a ser infernizada por Olga, interpretada por Hilda Rebello. Felipe Luhan interpreta Fabinho, amigo de Luti[20][21][22][19][23].

Suzana trabalha como editora-chefe da Moda Brasil, juntamente com os funcionários Maria do Socorro (Help), Adriano Novaes, Irina, Helinho, Paula e Kátia, interpretados por Betty Gofman, Rafael Zulu, Izabella Bicalho, Thiago Picchi, Viviane Netto e Cris Rebelo. Dorival Carper interpreta Ed Silveira, amigo de Suzana. Marta tem três filhos: Gabriela (Gabi), Amanda e Ângelo, interpretados por Carolina Oliveira, Thaila Ayala e Julio Oliveira. Nicole tem uma filha chamada Desirée, interpretada por Mayana Neiva, e uma sobrinha chamada Stéfany, interpretada por Sophie Charlotte. Depois que Desirée vira modelo, ela conhece Dorinha Bacelar, interpretada por Mônica Martelli, que ensinará ela e outras modelos. Stéfany se casa com Armandinho Maragoli, interpretado por Alexandre Slaviero, depois de descobrir que sua avó Dona Mocinha, interpretada por Maria Célia Camargo, guarda uma fortuna[19][22][24][23][25][26][27][28].

Dois núcleos presentes originalmente em Plumas e Paetês foram adicionados à trama: A primeira das histórias tem Christiane Torloni interpretando Rebeca Bianchi, uma mulher que, após a morte do marido, se vê obrigada a assumir o comando dos negócios da família. Seus filhos, Camila e Jorgito, são interpretados por Maria Helena Chira e Rafael Cardoso e seu marido, Orlando, é interpretado por Paulo Goulart. Marco Ricca, Fabio Bianchini, Silvio Pozatto e Lucia Bronstein interpretam Higino Oliveira (Gino), Ramiro, Toninho e Magali, funcionários da fábrica de confecções que agora Rebeca deve administrar. Yaçanã Martins interpreta Penha, empregada de Rebeca e mãe de Lourdes, interpretada por Maria Carol. Paula Bicalho, Bebel Ambrósio, Thatiane Campos e Carolinie Figueiredo interpretam Vitória (Vi), Milena (Mi), Priscila (Pri) e Maria Eduarda (Madu), amigas de Camila. Rodrigo Cury interpreta Cadu, amigo de Vitória, Milena e Priscila[29][30][25][19][23].

A segunda história é a de Marcela de Andrade, uma mineira interpretada por Ísis Valverde, que, namorada de Renato, é por ele rejeitada ao lhe revelar estar grávida no mesmo momento em que ele lhe revela ser herdeiro de uma considerável fortuna. Renato, interpretado por Guilherme Winter, é filho de Giancarlo Villa, interpretado por Mauro Mendonça, e Stela Sanches, interpretada por Mila Moreira. Fugindo para São Paulo, Marcela se envolve com o noivo de Camila, Edgar Sampaio, interpretado por Caio Castro. Edgar é filho de Gustavo, interpretado por Leopoldo Pacheco, e Bruna Soares, interpretada por Giulia Gam. Gustavo e Bruna também tiveram outro filho, Osmar, interpretado por Gustavo Leão, que se envolve com Julinho Santana, interpretado por André Arteche. Depois que Julinho vai para São Paulo, ele conhece Dr. Eduardo, interpretado por Josafá Filho, que se torna um grande amigo dele. Rômulo Medeiros, Daianny Cristian e Cacau Protásio interpretam Evandro, Aparecida (Cida) e Fátima, empregados da família Sampaio. Edgar e Luisa Salgado, interpretada por Guilhermina Guinle, são sócios em uma agência de modelos, na qual também trabalham Francis Fiúza, Wagner, Graça, Ricky, Vicky e Alfredão, interpretados por Ricardo Duque, Marcelo Barros, Christiana Kalache, Michel Max, Marcos Tumura e Rodrigo Serrano[31][32][33][19][15][34][23][35][36][37][38].

Completam ainda o elenco:

Ator Personagem
Maria Zilda Madame Gigi (Gildete Malta)
Marcos Frota Massa
Walter Breda Coronel Gastão Malta

Trilha sonora

A trilha sonora nacional da novela foi lançada em agosto de 2010 pela Som Livre e foi dividida em dois CDs; a internacional também foi dividida em dois CDs.

Audiência

A novela estreou com média de 29 pontos e picos de 32, a mesma audiência da estréia da antecessora, Tempos Modernos.Seu segundo capítulo já teve um acréscimo, marcando uma média de 30 pontos. Há uma expectativa da novela aumentar a audiência do horário, perdida por sua antecessora.Sua maior audiência ocorreu no dia 11 de outubro de 2010, onde marcou média de 35 pontos, chegando a 38 de picos. Sua menor audiência foi de 20 pontos, registrada no dia 4 de setembro de 2010, um sábado. Até sua 6ª semana de exibição, a média geral era de 28,7 pontos.

 Prêmios

Prêmio Arte Qualidade Brasil (2010)

Prêmio Extra de Televisão (2010)

APCA (2010)

Prêmio Paulistanos do Ano (2010)

Capricho Awards (2010)

 

Atriz entra em Ti-ti-ti na pela de sua personagem em “Meu Bem, Meu Mal”

18/12/10 às 20h08 - Atualizado em 18/12/10 às 20h08
imprimir

Vera Zimmermann revive Divina Magda
 

As homenagens de Maria Adelaide Amaral a Cassiano Gabus Mendes não param! Depois das participações de Luis Gustavo, como o detetive Mário Fofoca, e Eva Todor na pele da cabeleireira Kiki Blanche, a autora agora traz de volta Vera Zimmermann interpretando Divina Magda.

A atriz, que fez sucesso nos anos 90 na novela “Meu Bem, Meu Mal” diz estar feliz em poder reviver a personagem. “Fazer a Divina Magda vinte anos depois é inesperado, mas gostei muito da ideia e estou animada! Além disso, poder fazer parte dessa grande homenagem que a Maria Adelaide está fazendo ao Cassiano é maravilhoso!”, comenta a atriz.

Se em “Meu Bem, Meu Mal”, Divina Magda vivia acompanhada do mordomo Porfírio, vivido por Guilherme Karan, desta vez a viúva negra, como era conhecida na época, será uma aliada de Jacques (Alexandre Borges). Juntos os dois vão fazer de tudo para salvar a marca do estilista, e a atriz garante que chegou na trama para ficar. “A Magda entra na trama toda poderosa e fica até o final. Mas o que ela e Jacques vão aprontar... Aí só esperando para ver!”, conclui Vera.