Sinhá Moça (1986)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
Sinhá Moça
Luceliasantos.jpg
Lucélia Santos é Sinhá Moça
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 minutos
Criador Benedito Ruy Barbosa
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Reynaldo Boury
Jayme Monjardim
Elenco original Lucélia Santos
Marcos Paulo
Rubens de Falco
Elaine Cristina
Luciana Braga
Daniel Dantas
Patrícia Pillar
ver mais
Tema de abertura Pra Não Mais Voltar
(Fafá de Belém)
Emissora(s) de
televisão lusófona(s)
Mostrar lista
Transmissão original 28 de abril de 1986- 14 de novembro de 1986
N. de episódios 173
Portal Televisão  · Projeto Televisão

Sinhá Moça foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e que foi exibida às 18 horas, de 28 de abril a 14 de novembro de 1986, contou com 173 capítulos. Escrita por Benedito Ruy Barbosa, inspirada no romance de Maria Dezonne Pacheco Fernandes, contava com a colaboração de Edmara Barbosa e direção de Reynaldo Boury e Jayme Monjardim.

Trama

Monarquistas e republicanos se defrontam em Araruna, pequena cidade do interior paulista, em 1886, dois anos antes da promulgação da Lei Áurea. A história de amor de Sinhá Moça, filha do Coronel Ferreira, o Barão de Araruna, ferrenho escravocrata e da submissa Cândida, com o jovem Dr. Rodolfo Fontes, um ativo abolicionista republicano, ante as dificuldades da campanha para a abolição dos escravos.

Os dois se conhecem no trem, quando Sinhá Moça, depois de terminar seus estudos na capital da província, retorna a Araruna. Assim como Rodolfo, ela tem idéias abolicionistas e critica as atitudes do pai, lutando em defesa dos negros. Sinhá Moça, junto com Rodolfo e outros abolicionistas, invadem senzalas a noite e libertam os negros, entregando-os as associações abolicionistas, que os orientam rumo a liberdade.

Do outro lado da história está Dimas (que na verdade é o menino Rafael, ex-escravo alforriado) e sua obstinada luta para destruir o Barão, seu verdadeiro pai com a escrava da fazenda Maria Dolores. Antes de ser vendido pelo Barão, Rafael foi grande amigo de Sinhá Moça, com quem passou a infância. Depois de alforriado, adota o nome de Dimas e se torna o braço direito do tipógrafo Augusto, um abolicionista convicto, despertando o amor em Juliana, neta deste.

Elenco

em ordem da abertura da novela
Com
Apresentando
Participações especiais
Atrizes convidadas
Atores convidados

Elenco de apoio

Trilha sonora

Curiosidades