Partido Alto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
Partido Alto
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 50 min. aproximadamente
Criador Aguinaldo Silva
Glória Perez
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Elenco original Cláudio Marzo
Elizabeth Savalla
Raul Cortez
Betty Faria
Rubens Corrêa
Lílian Lemmertz
Glória Pires e grande elenco.
Tema de abertura Enredo do meu samba, Sandra de Sá
Emissora(s) de
televisão lusófona(s)
Mostrar lista
Transmissão original 7 de maio de 1984- 24 de novembro de 1984
N.º de episódios 173 capítulos
Portal Televisão · Projeto Televisão

Partido Alto foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo entre 7 de maio e 24 de novembro de 1984, às 20 horas. Escrita por Aguinaldo Silva e Glória Perez, foi dirigida por Roberto Talma, Jayme Monjardim, Carlos Magalhães, Luiz Antônio Piá e Helmar Sérgio, e contou com 173 capítulos.

Trama

Juntando aspectos clássicos do folhetim com temática e encenação modernas, a história mostrava dois mundos opostos. Isadora, filha do rico industrial Amoedo, sai de um casamento problemático com Sérgio, um mau-caráter, e se envolve com o professor Maurício. Este, por sua vez, é assediado por Celina, a jovem filha do bicheiro Célio Cruz, envolvido com um roubo de jóias. O bicheiro além da família oficial - com a esposa, Isildinha, e os filhos Celina e Felipe - divide seu tempo com a amante, Jussara, manicure e porta-bandeira da escola de samba da qual ele é patrono, com quem tem um filho, Jorginho.

Do outro lado da história está Amoedo, que esconde um segredo: a verdadeira identidade da mãe de sua filha, Isadora. Ela é Nanci, cuja filha lhe foi tomada dos braços, e, com muita dificuldade, criou o outro filho, Fernando, com a ajuda da irmã, Sulamita. Eles são moradores do bairro do Encantado, onde residem Jussara e vários tipos do subúrbio carioca. Fernando acaba por se envolver com Irene, uma mulher madura e sofrida, além de bem mais velha que ele.

E ainda há o "mudo" Jesus, um esposo submisso que não diz uma palavra, obedecendo à esposa, Iara. Isso sem falar no malandro Políbio, um guru de araque que vive de explorar a ciumenta e insatisfeita Gilda.

Elenco

Participações especiais

Trilha sonora

Nacional

  1. "Bobos da Corte" – Rita Lee
  2. "Espelhos D'Água" – Dalto
  3. "Lembra" – Ivan Lins
  4. "Fio da Navalha" – Guilherme Arantes
  5. "Retiro" – Paulinho da Viola
  6. "Me Chamando de Paixão" – Jorge Ben
  7. "Enredo do Meu Samba" – Sandra Sá
  8. "Vinho" – Maria Bethânia
  9. "Largado no Mundo" – Barão Vermelho
  10. "Horizontes" – Ângela Maria
  11. "Coisa de Nós Dois" – Gilliard
  12. "Amar Como Eu Te Amei" – Roberto Ribeiro
  13. "Mariá" – Robson Jorge & Lincoln Olivetti
  14. "Sentimentos" – Fátima Mello

Internacional

  1. "Primavera" – Riccardo Cocciante
  2. "Help" – Tina Turner
  3. "Hey DJ" – The World’s Famous Supreme Team
  4. "Where Is My Man?" – Eartha Kitt
  5. "Even a Fool Would Let Go" – Joe Cocker
  6. "Don't Let Go" – Wang Chung
  7. "This Love Is Forever" – B. J. Thomas
  8. "If You're Not Here (By My Side)" – Menudo
  9. "Miss Me Blind" – Culture Club
  10. "You're The Inspiration" – Chicago
  11. "Earthquake" – The Flirtations (tema de Gilda)
  12. "If Ever You're In My Arms Again" – Peabo Bryson
  13. "Self Control" – Raf
  14. "Dreams" – Black Journey

Curiosidades