Pai Herói

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
Pai Heroi
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 50 min. (aprox.)
Criador Janete Clair
Produção
Diretor(es) Gonzaga Blota
Elenco original Tony Ramos
Elizabeth Savalla
Paulo Autran
Carlos Zara
Glória Menezes
Beatriz Segall e grande elenco
Portal Televisão · Projeto Televisão

Pai Herói foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 29 de janeiro a 18 de agosto de 1979. Foi escrita por Janete Clair e dirigida por Gonzaga Blota, Roberto Vignati e Roberto Talma, com supervisão de Daniel Filho. Contou com 173 capítulos, sendo que Walter Avancini também a dirigiu durante os 20 primeiros.

Sinopse

André Cajarana (Tony Ramos) é criado na cidade de Paço Alegre, em Minas Gerais, pelo avô paterno (Lima Duarte). André cresceu acreditando que o seu pai era um grande homem. Com a morte do avô, ele vem para o Rio de Janeiro, na tentativa de esclarecer a morte do seu pai, Malta Cajarana (também Lima Duarte), e descobre que ele era tido como um bandido, acusado de roubar terras de Nestor (Dionísio Azevedo). No Rio, André percebe que o homem que se casara com sua mãe, Gilda (Maria Fernanda), era o principal suspeito do desaparecimento do seu pai. O padrasto de André, Bruno (Paulo Autran), se torna, então, o antagonista de André na trama.

No Rio, André se envolve com duas mulheres: Carina (Elizabeth Savalla) e Ana Preta (Glória Menezes). A primeira é uma bailarina de sucesso e pertence a uma tradicional família carioca. Ela é neta de Januária Limeira Brandão (Lélia Abramo) e se casou com César Reis, um homem desonesto que está interessado apenas no dinheiro da mulher. Carina acaba se apaixonando por André. Porém, o personagem também se envolve com Ana Preta, moradora do subúrbio carioca e dona de uma casa de Samba, a Flor de Lys. Os três passam a formar, então, um triângulo amoroso na história.

Um personagem marcante foi Gustavo Gurgel (Cláudio Cavalcanti), um decorador de interiores que fingia ser afeminado para se aproximar de Walkíria (Rosamaria Murtinho), noiva de César Reis (Carlos Zara).

Em Pai herói, um dos principais elementos da trama é a dança, destacada pelas personagens de Carina e Ana Preta, através do balé clássico e do samba.

Por volta do capítulo 70, a autora Janete Clair decidiu fazer uma mudança na trama de Pai Herói. A novela apresentava histórias muito complexas, o que estava abaixando os seus índices de audiência. Para atrair mais telespectadores, a solução encontrada foi matar César Reis. O suspense em torno do assassinato durou até os últimos capítulos, quando a verdadeira identidade do criminoso foi revelada: Bruno Baldaracci. César foi assassinado porque descobriu provas que comprometiam Bruno com a Justiça.

O último capítulo de Pai Herói teve um dos mais altos índices de audiência de uma telenovela até então. Os telespectadores acompanharam a fuga do vilão Baldaracci – que, vestido de pierrô, escapou da prisão a bordo de um helicóptero –, o desfile de Ana Preta na Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis e a reconciliação do casal André e Carina.

Elenco

Trilha sonora

Nacional

  1. "Pai" - Fábio Jr.
  2. "Pode Esperar" - Alcione
  3. "Nos Horizontes do Mundo" - Paulinho da Viola
  4. "Passarinho" - Beth Carvalho
  5. "Explode Coração" - Maria Bethânia
  6. "Espírito Esportivo" - Moraes Moreira
  7. "Cavalo Bravo" - Renato Teixeira
  8. "Meu Drama" - Roberto Ribeiro
  9. "14 Anos" - Guilherme Arantes
  10. "Homem Calado" - Carlinhos Vergueiro
  11. "A Chave do Mundo" - Marina
  12. "Vivendo Perigosamente" - Márcio Montarroyos

Internacional

  1. "I Will Survive" - Gloria Gaynor
  2. "Sharing The Night Together" - Dr. Hook
  3. "You Needed Me" - Anne Murray
  4. "Aa Aa Uu Aa Ee" - Zack Ferguson
  5. "How You Gonna See Me Now?" - Alice Cooper
  6. "… E Un Altro Giorno Se Ne Va" - Memo Remigi
  7. "Mirrors" - Sally Oldfield
  8. "Sun Is Here" - Sun
  9. "Allouette" - Denise Emmer
  10. "I'd Rather Hurt Myself" - Randy Brown
  11. "Heart Of Glass" - Blondie
  12. "Pigeon Without a Dove" - Patrick Dimon
  13. "I Just Wanna Stop" - Gino Vannelli
  14. "Piano… Piano, M'Innamorai Di Te" - Collage

Curiosidades