Livre para Voar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

(Redirecionado de Livre para voar)
Ir para: navegação, pesquisa

Livre para voar foi uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 1984 e 1985, contou com 179 capítulos. Escrita por Walter Negrão, com a colaboração de Alcides Nogueira, e dirigida por Wolf Maya e Fred Confalonieri.

Trama

O misterioso Pardal esconde seu nome verdadeiro e seu passado ao chegar à cidade mineira de Poços de Caldas. Fica amigo de Pedrão, um ex-maquinista da estação ferroviária, e faz de um velho vagão de trem a sua residência. Conhece Gibí (Fernando Almeida), um menino fugido de um orfanato, e o leva para morar consigo no vagão. Enquanto usa de ferro velho para desenvolver sua arte, Pardal conhece e se apaixona pela doce Cristina (Carla Camurati), uma funcionária numa fábrica de cristais.

Mas ele não sabe que Cristina na realidade é Bebel, filha do dono da fábrica, que após a morte do pai, retorna o Brasil para tomar conta dos negócios. Bebel, então desconhecida de todos, se infiltra na empresa como a simples moça do cafezinho para descobrir quem está por trás da morte do pai.

Ao mesmo tempo em que Bebel é Cristina e se apaixona verdadeiramente por Pardal, é assediada na direção da empresa por Danilo, um homem inescrupuloso que tem um relacionamento doentio com a neurótica Helena. Ao descobrir a verdadeira identidade de Cristina, Pardal renega Bebel, mas esquece que ele mesmo tem muito a esconder, a começar por seu verdadeiro nome, Paulo Alberto Ramos de Almeida Lima, um arquiteto de Belo Horizonte.

Elenco

e

 

Curiosidades