Foto de esqueleto gigante vira boato famoso na web
FONTE: TERRA

Olhando com atenção, é possível perceber que a pá não possui ponta
Foto: Reprodução

O boato circulando na Internet, que diz que a National Geographic Society descobriu o esqueleto de um humano gigante, é falso. A declaração é da própria sociedade, que desmente a notícia em seu site.

A brincadeira começou quando um jovem alterou digitalmente uma foto em 2002 e a publicou online, recebendo uma grande quantidade de respostas receptivas, inclusive de pessoas encontrando uma conotação religiosa, não-intencional.

Em 2004, a "descoberta" estava sendo republicada e enviada por email por todo o mundo. Em 2007, a mensagem voltou a fazer sucesso. De acordo com a National Geographic, eles recebem uma inundação de emails pedindo mais detalhes sobre a descoberta.

Ajudando a perpetuar o ressurgimento da história, alguns veículos de mídia estão publicando a notícia como verdadeira. Uma fonte citada freqüentemente é um artigo de março de 2007 no Hindu Voice, da Índia, por exemplo, que diz que a sociedade, em conjunto com o exército indiano, desencavou um esqueleto de gigante humano na Índia.

A imagem foi retirada do site Worth1000, que publica diariamente fotos manipuladas e faz concursos temáticos. No concurso do tema "Anomalias Arqueológicas 2", a figura ficou em terceiro lugar.

O criador da imagem é um canadense, que utiliza o nome IronKite. Ele falou à National Geographic que não está envolvido no boato. Ele preferiu se manter anônimo porque muitos estavam levando o debate para o lado religioso. Alguns disseram que o encontrado era consistente com os ensinamentos do Corão. "Era na época que ameaças de morte estavam sendo feitas contra desenhistas que faziam charges de Maomé", disse IronKite.

A imagem foi feita utilizando uma foto aérea de uma escavação de um mastodonte em Nova York, em 2000. Depois ele sobrepôs um esqueleto humano sobre os restos do animal.

Mais tarde ele colocou um homem cavando, que foi o maior desafio. "Se você olhar com atenção, ele está segurando uma pá sem nada na ponta", disse à National Geographic. "Originalmente, ela estava completa, mas parecia falsa a sobreposição com o esqueleto, então apaguei e as pessoas não notam", conta.

"Rio quando alguém vem me dizer que conhece alguém que esteve lá ou até mesmo afirmam que viram tudo, inclusive o momento em que tiraram a foto", brinca IronKite.