EUA comemoram 65 anos do fim da 2ª Guerra Mundial com beijo coletivo na Times Square

Publicidade

 

DA EFE, EM WASHINGTON

Casais americanos comemoraram neste sábado com um beijo coletivo os 65 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, perto da estátua que reproduz o famoso beijo entre um marinheiro e uma enfermeira, na Times Square, em Nova York.

No dia 14 de agosto de 1945, o então presidente americano Harry Truman anunciou a rendição do Japão e o esperado fim da guerra.

Em torno da estátua, em Times Square, centenas de casais de todas as idades se reuniram hoje e todos se beijaram ao mesmo tempo para lembrar o dia.

O evento foi organizado por uma aliança de organizações e indivíduos ligados à campanha "Keep the Spirit of '45 Alive" ("Mantenha o Espírito de 45 Vivo"), para conscientizar as pessoas sobre os eventos de 1945.

Peter Foley/Efe - 11.ago.05
Edith Shain segura foto famosa ao lado de estátua que reproduz o beijo na Times Square, em Nova York

No dia em que foi anunciado o fim da guerra, a notícia foi recebida com grande alegria nas ruas americanas e, em um ato de espontaneidade, um marinheiro anônimo beijou todas as mulheres que passeavam pela praça em Nova York.

O fotógrafo Alfred Eisenstaedt captou com sua câmera o beijo que o marinheiro deu em uma jovem enfermeira que passava por ali e que, com o passar do tempo, se tornou um símbolo do V-J Day, o Dia da Vitória sobre o Japão.

A enfermeira que faz parte da icônica foto foi identificada posteriormente como Edith Shain e morreu em junho deste ano, aos 91 anos.