Direito de Amar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
Direito de Amar
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 50 min. aproximadamente
Criador Walter Negrão
Alcides Nogueira e baseada na obra original de Janete Clair, Noiva das Trevas.
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Reynaldo Boury, Jayme Monjardim e José Carlos Pieri.
Elenco original Glória Pires
Lauro Corona
Carlos Vereza
Ítala Nandi
Cissa Guimarães
Ester Góes e grande elenco
Tema de abertura Iluminados, Ivan Lins
Emissora(s) de
televisão lusófona(s)
Mostrar lista
Transmissão original 16 de Fevereiro de 1987- 5 de Setembro de 1987
N.º de episódios 172
Portal Televisão · Projeto Televisão

Direito de Amar foi uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo de 16 de Fevereiro a 5 de Setembro de 1987, contou com 173 capítulos. Foi escrita por Walter Negrão e Alcides Nogueira, com colaboração de Ana Maria Moretzsohn e Marilú Saldanha e dirigida por Reynaldo Boury, Jayme Monjardim e José Carlos Pieri.

Sinopse

No Rio de Janeiro do início do século XX, o industrial Augusto Medeiros se vê forçado a casar sua filha Rosália com o temível Francisco de Montserrat, um banqueiro autoritário, por conta de uma dívida. Mas Rosália está apaixonada por Adriano, médico recém-formado que conhecera num baile de máscaras, no reveillon de 1900, sem saber que ele era filho do Sr. de Montserrat.

Enquanto isso, Montserrat mantem em seus cuidados uma mulher, Joana, tida como louca, presa num quarto de sua mansão - uma mulher que sabe demais sobre seu obscuro passado. Ao final descobre-se que Joana era na verdade esposa de Montserrat, que se fizera passar por viúvo. Mas o banqueiro tem ainda que enfrentar seu antigo rival, o médico Jorge Ramos, com quem disputara Joana no passado. Além disso, o médico exerce grande influência sobre Adriano, inclusive em sua escolha profissional.

Elenco

Participações

Trilha sonora

Curiosidades