Com liderança de Eminem, Grammy premia neste domingo os melhores da música

Com Eminem na liderança entre os indicados da 53ª edição do Grammy, as atenções da premiação se voltam ao rap, ao pop e aos jovens. A cerimônia de entrega dos trofeus começa a partir das 23h (horário de Brasília) deste domingo (13), em Los Angeles. 
 
Eminem sai na frente de seus concorrentes com indicações em dez categorias, incluindo disco do ano e melhor canção. Bruno Mars disputa com sete indicações, enquanto Lady Gaga, Jay-Z e Lady Antebellum buscam o trofeu em seis categorias cada. John Legend, Jeff Beck, B.O.B., David Frost e Philip Lawrence têm cinco indicações cada.
 
O disco do ano será escolhido entre Eminem ("Recovery"), Lady Gaga ("The Fame Monster"), Katy Perry ("Teenage Dream"), Arcade Fire ("The Suburbs") e Lady Antebellum ("Need You Now"). Os brasileiros Bebel Gilberto e Sérgio Mendes buscam um prêmio na categoria melhor álbum de world music contemporânea. 
 
O cantor de soul Solomon Burke, que morreu em outubro do ano passado, recebeu uma indicação póstuma pelo disco "Nothing's Impossible" na categoria de blues contemporâneo.
 
Shows e homenagens
A premiação do Grammy é uma jornada de quase oito horas de evento, já que premia artistas em mais de cem categorias, mas a cerimônia televisionada deve durar três horas e meia entre entrega de prêmios e apresentações ao vivo. Lady Gaga vai cantar seu novo single "Born This Way", que ela estrearia na festa, mas adiantou o lançamento e divulgou a música na sexta-feira (11) em seu site.
 
Bob Dylan fará uma rara apresentação como parte de uma homenagem à música acústica, dividindo o palco com a banda de folk-rock Avett Brothers e com o grupo britânico de indie folk Mumford & Sons, indicado neste ano ao prêmio de artista revelação e melhor canção de rock ("Little Lion Man").
 
O vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, vai se apresentar pela primeira vez na festa. Ele vai se juntar a Raphael Saadiq numa homenagem a Solomon Burke. Já Christina Aguilera, Jennifer Hudson e Florence Welch, do grupo Florence and the Machine, farão um tributo à cantora soul Aretha Franklin, que segundo a imprensa americana tenta se recupera de um câncer. 
 
Barbra Streisand também se apresentará ao vivo e receberá, antes da grande cerimônia, o prêmio Pessoa do Ano da Academia da Música. O rapper e produtor Dr. Dre também irá participar da edição deste ano, pela primeira vez. Há dez anos ele não faz uma apresentação ao vivo pela TV, segundo os organizadores.
 
Justin Bieber e Usher cantarão com Jaden Smith, enquanto B.o.B dividirá o palco com Bruno Mars e Janelle Monáe. Lady Antebellum e Muse completam a escalação, que já tem Arcade Fire, Eminem, Cee Lo Green, Lady Gaga, Miranda Lambert e Katy Perry.
 
Um dia antes, no sábado (12), Dolly Parton e os Ramones serão homenageados por suas carreiras e receberão o prêmio por sua contribuição à música, assim como a atriz e cantora Julie Andrews. Outros artistas que serão homenageados são Juilliard String Quartet, o baterista de jazz Roy Haynes, o grupo folk The Kingston Trio e o cantor gospel George Beverly Shea.
 
Os troféus pela carreira serão entregues no evento separado, mas os homenageados serão formalmente lembrados na cerimônia de domingo.