Barriga de Aluguel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
Barriga de Aluguel
 
Informação geral
Formato Telenovela
Duração Aprox. 50 minutos
Criador Glória Perez
(com co-autoria de
Leila Míccolis)
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) Wolf Maya
Elenco original Cláudia Abreu
Cássia Kiss
Victor Fasano
Humberto Martins
Mário Lago
Beatriz Segall
Renée de Vielmond
Adriano Reys
e Elenco[1]
Tema de abertura Aguenta Coração, José Augusto[2]
Emissora(s) de
televisão lusófona(s)
Mostrar lista
Transmissão original 20 de Agosto de 1990- 1 de Junho de 1991
N.º de episódios 243
Portal Televisão · Projeto Televisão

Barriga de Aluguel foi uma telenovela escrita por Glória Perez,com co-autoria de Leila Míccolis, produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 20 de agosto de 1990 e 1º de junho de 1991, contou com 243 capítulos.[2] O tema central do folhetim era a barriga-de-aluguel, expressão popular para a maternidade de substituição.

Sinopse

O casal Ana e Zeca deseja muito ter um filho. Depois de várias tentativas frustradas de engravidar, Ana recebe do Dr. Álvaro Barone, um renomado médico, uma triste noticia: ela não pode ter filhos. Dr. Barone, então, diz ao casal que há uma maneira de realizar esse sonho: contratar uma barriga de aluguel. Em troca de 20 mil dólares, a jovem Clara aceita emprestar seu útero para a experiência. Só que, durante a gestação, Clara é tomada pelo sentimento da maternidade e, após um complicado parto que a deixa estéril, Clara se recusa a entregar a criança, fugindo com o bebê. Tem início, então, uma batalha na justiça pela guarda do menino. Ana afirma que é a mãe, argumentando, em seu favor, a herança genética, uma vez que o óvulo era seu e o espermatozóide era de seu marido, e que Clara apenas emprestou a barriga. Já Clara diz que ela é a mãe do bebê, pois ele foi gerado em sua barriga e foi ela quem deu à luz.

E a pergunta que causou discussões pelo Brasil inteiro, durante os nove meses de exibição da telenovela, foi qual das duas deve ficar com o bebê, Ana ou Clara?

O Final

Para definir de maneira correta quem ficaria com a criança, Glória Perez pediu a três juizes que dessem sentenças e deixassem brechas nas sentenças, assim ela poderia colocar no roteiro de forma crível. O processo ocorria em três instâncias, assim como na vida real.

Na primeira instância, Clara ganha a guarda do bebê. Ana recorre, e o Superior Tribunal de Justiça decide que ela é a mãe biológica da criança e deveria ficar com a criança. No terceiro julgamento, a novela termina sem mostrar a sentença, deixando o telespectador sem a resposta. Na cena final, as duas mães estão de mãos dadas com o filho, decididas a encontrar uma solução para a situação, independentemente da decisão final da Justiça.

Elenco

Trilha sonora

Nacional

Barriga de Aluguel Nacional
Trilha sonora por vários intérpretes
Lançado em 1990
Gênero(s) Vários
Formato Vinil, CD, K7
Gravadora(s) Som Livre
Produção Renato Ladeira
Cronologia de vários intérpretes

Capa: Cássia Kiss

Internacional

Barriga de Aluguel Internacional
Trilha sonora por vários intérpretes
Lançado em 1990
Gênero(s) Vários
Formato Vinil, CD, K7
Gravadora(s) Som Livre
Produção Renato Ladeira
Cronologia de vários intérpretes
 

Capa: Cláudia Abreu

Curiosidades